TRANSTORNO

Alagamentos do Canal do Fragoso, em Olinda, preocupam moradores durante período de chuva


Canal do Fragoso, em Olinda, está em obras desde 2013 e a previsão inicial era de conclusão em 2016, mas prazo foi adiado para 2022

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 15/06/2020 às 15:31
Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
FOTO: Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Leitura:

O inverno e as chuvas estão chegando e trazendo preocupação para quem mora nos arredores do Canal de Fragoso, em Olinda. Com as chuvas, o canal transborda e dificulta a vida dos moradores. As intervenções para alargar o equipamento fazem parte do pacote de obras via metropolitana norte, que começaram a ser executadas em 2013. O prazo de entrega era para 2016, mas, após repetidos atrasos, foi adiado para 2022.

Quando anunciada, a promessa era de solução total na mobilidade da cidade, com direito a criação de novas vias exclusivas para carros, ônibus e até uma ciclovia. No entanto, o que se vê hoje não é nada parecido com o que foi planejado. Os moradores dos bairros próximos ao canal convivem com muitas cheias durante o ano, ficam ilhados em casa e chegam a perder bens.

Segundo os moradores, a intensidade dos alagamentos tem aumentado com o atraso da entrega das obras.

A advogada Glaucilane Janaína do Carmo é moradora da rua professora Marli Figueiredo, no bairro de Casa Caiada. Segundo ela, os alagamentos acontecem toda vez que chove. A advogada afirma que, muitas vezes, por conta da quantidade de água na rua, chega a ficar presa em casa e não consegue sair nem para trabalhar.

Ainda de acordo com Glauciane, os moradores têm esperado há muito tempo que algo seja feito para resolver a situação. Ela afirma que existem muitas promessas, mas nada ainda foi cumprido.

O microempresário Francinaldo José da Silva, morador da Avenida Guararapes, no bairro de Jardim Atlântico, reclama que todo inverno é a mesma situação. Segundo ele, ano passado foi um dos mais difíceis e ele precisou sair de casa para morar em outro lugar com a família.

Resposta

A Prefeitura de Olinda afirmou em nota que têm realizado limpezas no canal desde o começo do ano, mas que a responsabilidade das obras é da Companhia Estadual de Habitação (Cehab).

Também em nota, a Cehab informou que já existem trechos concluídos do canal, que foram entregues à prefeitura da cidade. Além disso, destaca que a terceira fase da obra já está sendo realizada mas deve demorar para ser concluída, e, até o fim deste mês de junho, está prevista a licitação da quarta e última etapa da Via Metropolitana Norte, trecho que prevê o revestimento do restante do canal do fragoso.

Segundo a companhia, nos trechos onde a obra já foi terminada, é possível notar que não existe transbordamento. A Cehab afirmou ainda que cabe ao município a manutenção do canal e afluentes, assim como a drenagem das ruas no entorno.


Mais Lidas