Estreando na política, Carlos Andrade Lima quer união do estado com o privado no Recife

Candidato do PSL à Prefeitura do Recife propõe conceitos liberais para melhorar a capital pernambucana

ELEIçõES 2020
Estreando na política, Carlos Andrade Lima quer união do estado com o privado no Recife

Carlos Andrade Lima é candidato do PSL à Prefeitura do Recife e participou da sabatina da Rádio Jornal - Foto: Beto dlc/JC Imagem

Durante a sabatina da Rádio Jornal nesta sexta-feira (2), o candidato à Prefeitura do Recife Carlos Andrade Lima (PSL) afirmou que quer diminuir cargos comissionados e buscar novos investimentos para o Recife. Pela primeira vez concorrendo a um cargo político, Lima acredita que é preciso seguir a via liberal para desenvolver a capital pernambucana.  

“Dentro desse conceito liberal, eu sou um liberal nato que estou candidato. As pessoas precisam entender que o estado grande, gordo e assistencialista não vai resolver todos os problemas das pessoas. É preciso uma união entre o estado, o privado e a comunidade.”

O candidato fez questão de afirmar seu apoio ao presidente da República e minimizou o entrave entre Bolsonaro e o PSL, que saiu do partido e atualmente não integra nenhuma legenda. “Eu votei em Bolsonaro, sou apoiador de primeira hora e adoraria ter o apoio do presidente. A relação PSL e Bolsonaro é conceitual, tem que resolver no âmbito da política.”

Leia também: Mendonça Filho diz que vai buscar apoio de Bolsonaro na Prefeitura do Recife

João Campos (PSB) afirma se sentir preparado para governar Recife

Sou a própria imagem da ética, afirma candidata à Prefeitura do Recife Patrícia Domingos (Podemos)

Sem projetos para a cidade, principal pauta do candidato à Prefeitura do Recife Victor Assis (PCO) é saída de Bolsonaro

"O recifense terá a oportunidade de votar em um candidato verdadeiro, de direita e conservador", diz Marco Aurélio (PRTB) em sabatina

Charbel Maroun (Novo) defende parcerias público-privadas nos serviços do Recife

Em sabatina, Thiago Santos (UP) declara que é contra a privatização e a terceirização no Recife

Candidata à Prefeitura do Recife e professora, Cláudia Ribeiro (PSTU) é contra volta às aulas presenciais

Propostas

“A gente entende que o mundo mudou pós-covid. A gente não pode tratar saúde, educação como tudo era tratado antes. Problemas novos exigem soluções novas”, afirmou o candidato do PSL. Carlos Andrade Lima aposta em cargos técnicos para as secretarias com ele caso ganhe.

“Nós temos uma chapa com dois não políticos, ou políticos recentes. Nosso secretariado será 100% técnico, mas a gente não é inocente, a gente sabe que precisa da Câmara dos Vereadores para governar. Mas a gente acredita na nova forma de governar.” 

O candidato pesselista também falou da importância de impostos como o IPTU como retorno para a população, afirmando que quer beneficiar os contribuintes que estejam em dias com o pagamento. “Não é quem paga mais, é quem paga com mais assiduidade. As pessoas mais humildes querem pagar seus impostos. A gente está mais preocupado com a questão habitacional, muitas casas irregulares.”

Com relação aos problemas de transporte público, Lima afirmou que, entre as propostas de sua campanha estão o investimento no transporte fluvial, desenvolvimento de um novo trem urbano.

“Nós temos um projeto com barcos desenhados, com compra de passagem por aplicativo. É um projeto que dá pra fazer, isso une transporte com turismo. Estamos com projeto em desenvolvimento de trem urbano suspenso, que passe por cima dos nossos canais, que ainda não tá pronto.”

E sobre a solução para os ônibus na cidade, Carlos Andrade Lima disse que é preciso rever o consórcio de ônibus para cobrar melhorias do transporte.

“Com relação a questão do ônibus, a gente sabe que Recife faz parte do Conselho Metropolitano. A gente tem que rever todo o consórcio. Não vou dizer que vou tirar o Recife do conselho, mas a gente pode rever todo esse consórcio e tem que exigir das empresas uma melhor qualidade e quantidade de ônibus.”

No fim da sabatina, Lima explicou algumas propostas para o turismo na capital pernambucana.

“A gente tem essa característica de turismo negócios de uma forma geral, não tem mais o turismo de praia. Temos um centro cultural, culinária, nossos mercados são conhecidos no Brasil todo, precisamos revitalizá-los. Temos que repensar na Orla de Boa Viagem. As entradas da cidade são muito feias,  temos uma proposta de fazer portais da cidade.”

Ouça a sabatina com Carlos Andrade Lima (PSL) na Rádio Jornal na íntegra:

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.