PROCURADO

Justiça manda soltar caseiro da chácara que supostamente abrigou Lázaro Barbosa, mas mantém chacareiro preso

Elmi Caetano, de 74 anos, segue preso por determinação do Tribunal de Justiça de Goiás

Filipe Farias Batista
Filipe Farias Batista
Publicado em 25/06/2021 às 21:17
Reprodução/TV Bahia e Divulgação
FOTO: Reprodução/TV Bahia e Divulgação
Leitura:

O Tribunal de Justiça de Goiás julgou, na tarde desta sexta-feira (25), uma audiência de custódia de dois suspeitos de dar cobertura ao foragido Lázaro Barbosa - procurado pela polícia acusado de matar ao menos quatro pessoas e que segue foragido. Na decisão da juíza Luciana Oliveira de Almeida Maia da Silveira, o caseiro Alain Reis de Santana, 33 anos, teve o pedido de seus advogados aceito e vai responder em liberdade.

Já o dono da chácara que supostamente Lázaro se escondia, Elmi Caetano Evangelista, 74 anos, acusado de dar abrigo e alimentar um foragido da polícia, vai seguir preso. De acordo com o portal Metrópoles, o advogado do chacareiro, Ilvan Silva Barbosa, solicitou à Justiça que o seu cliente pudesse ser solto ou que fosse decretada a prisão domiciliar, devido a idade de Elmi Caetano. Porém, a juíza não atendeu ao pedido da defesa e manteve o chacareiro preso.

A mãe de Lázaro Barbosa, Eva Maria de Souza, de 51 anos, declarou ao portal Metrópoles que o seu filho conhecia o dono da chácara que supostamente o abrigou por dias. "Fiquei arrasada com a prisão do seu Elmi. Ele fez isso (deu cobertura a Lázaro) porque é ser humano. Seu Elmi não tem o coração do Satanás; o coração dele é do Senhor”, declarou Eva.

>> Lázaro Barbosa: polícia prende dois suspeitos de ajudar serial killer na fuga

>> Lázaro Barbosa estava almoçando, jantando e dormindo diariamente na casa de fazendeiro preso, diz site

Veja as últimas notícias sobre Lázaro Barbosa e as informações mais recentes sobre as buscas contra o criminoso:

Lázaro foi preso?

Ainda não. Até esta sexta-feira (25), os policiais continuam fazendo as buscas em uma área de 50 quilômetros nos arredores das cidades de Cocalzinho de Goiás. Leia mais sobre as buscas de hoje aqui.

Lázaro era ajudado por pelo menos dois homens, acredita a polícia

A polícia de Goiás prendeu dois homens suspeitos de ajudar Lázaro durante a fuga. Os homens são um fazendeiro e o caseiro de uma propriedade rural no distrito de Girassol, em Cocalzinho de Goiás. Veja quem são os homens, clicando aqui.

Lázaro Barbosa estava comendo e dormindo na casa de um dos presos

Na manhã desta sexta-feira (25), o portal Metrópoles divulgou a informação de que o caseiro preso na quinta-feira (24) revelou que Lázaro fazia refeições e dormia na fazenda do patrão, que também foi preso, há pelo menos cinco dias. O caseiro disse que ouviu o patrão gritando para Lázaro ir comer. Leia o relato aqui.

"Rede de psicopatas"

O secretário de Segurança Pública de Goiás, Rodney Miranda, acredita que, além dos dois homens presos na quinta-feira (24), outras pessoas ainda podem estar dando cobertura a Lázaro. "É uma rede de psicopatas", disse Miranda, lembrando que, quem ajudar Lázaro, será processado. Veja mais aqui.

Prisão de Lázaro se aproxima

Após a prisão, na noite dessa quinta-feira (25), de dois homens acusados de auxiliar Lázaro Barbosa, em fuga há 17 dias por cidades de Goiás, a Secretaria de Segurança Pública de Goiás afirmou que o fugitivo está "acuado" e é "questão de horas" para que o criminoso seja preso.

As buscas estão concentradas em municípios como Águas Lindas e Girassol, esta última, onde a dupla foi presa, em uma fazenda. A prisão foi feita após uma denúncia. O fazendeiro, de 74 anos, e o funcionário, de 33, foram detidos com duas espingardas. Uma delas teria sido usada em um dos crimes de Lázaro.

Mais Lidas