ONÇA-PINTADA

NOVELA PANTANAL: Conheça Matí, a onça-pintada que vai brilhar na novela

Conheça o animal que está roubando a cena na novela

Paloma Xavier
Paloma Xavier
Publicado em 01/04/2022 às 16:40
Notícia
Divulgação/Instituto Nex
Matí durante as gravações de Pantanal - FOTO: Divulgação/Instituto Nex
Leitura:

Uma das personagens de Pantanal que tem chamado a atenção dos telespectadores é Maria Marruá (Juliana Paes). A mulher que tem a capacidade de se transformar em onça cativou o público desde a primeira exibição da novela, em 1990.

E não é só a personagem que tem feito sucesso. A onça que integra o elenco do remake de Pantanal também está roubando a cena.

.

Matí, a onça-pintada de 3 anos, estreou na novela das 21h. Ela vive no Instituto NEX, que resgata, reabilita, reintroduz, monitora e abriga as onças há 21 anos.

"Matí foi a onça que escolhemos para esse personagem. Matí é hoje a embaixadora da nossa causa. Ela perdeu sua liberdade quando ainda era um filhote. Como perdeu a mãe, foi cuidada por humanos e acabou perdendo o seu instinto selvagem. Algo cada vez mais recorrente, infelizmente", diz Daniela Gianni, coordenadora de Projetos e Atividades do instituto.

.

REPRODUÇÃO/TV GLOBO
Matí é uma onça tranquila - REPRODUÇÃO/TV GLOBO


A onça-pintada é um dos animais ameaçados de extinção. E, sem o instinto selvagem, Matí correria mais riscos caso fosse devolvida à natureza.

Daniela explica também que a Matí se tornou uma onça tranquila com a presença humana: "Matí é só mais uma das tantas onças que teve a sua liberdade ceifada pela maldade do homem.”

“Mas, com esse convite da Globo, tivemos a oportunidade de transformar algo triste em algo positivo para a espécie. E, foi pela docilidade da Matí e seu temperamento mais calmo, que a escolhemos para representar a força da natureza na novela", destacou.


Para as gravações nas fazendas e com os animais, a produção obteve licença do Instituto de Meio Ambiente do Mato Grosso do Sul (IMASUL).

A novela também teve autorização das secretarias estaduais do Meio Ambiente de Goiás e do Pará.

Matí teve direito a cuidados especiais, como disponibilidade de água, ar-condicionado, silêncio e descansos.

Também foram tomadas várias medidas para evitar acidentes com os cinegrafistas e atores, que foram protegidos por estruturas que limitavam a proximidade de Matí e médicos a postos para atender caso fosse necessário.

Segundo a SOS Pantanal, todas as ações foram realizadas em parceria com os órgãos ambientais competentes e sob todas as licenças necessárias.

Saiba quando Maria Marruá vai virar onça.

Comentários

Mais Lidas