CASO PLANALTINA

Em entrevista exclusiva, mulher flagrada com sem-teto em Planaltina revela detalhes do momento

A entrevista foi concedida pouco após a mulher receber alta do hospital onde esteve internada para tratamento psiquiátrico

Marcelo Aprígio
Marcelo Aprígio
Publicado em 29/04/2022 às 8:18
Notícia
REPRODUÇÃO/RECORDTV
Sandra Mara Fernandes foi diagnosticada com transtorno afetivo bipolar - FOTO: REPRODUÇÃO/RECORDTV
Leitura:

A mulher que foi flagrada pelo marido mantendo relações sexuais com um sem-teto em Planaltina, no Distrito Federal, concedeu uma entrevista exclusiva na qual revelou detalhes do episódio.

Envolvida na história que ganhou grande repercussão pelo Brasil após vídeos do momento da traição circularem nas redes sociais, a mulher recebeu alta da ala psiquiátrica do Hospital Universitário de Brasília recentemente.

Casada com um personal trainer, que chegou a agredir o morador de rua ao flagrá-lo com a esposa, a mulher foi diagnosticada com transtorno afetivo bipolar.

Em entrevista ao jornalista Fred Linhares, da RecordTV, Sandra Mara contou que não lembra com exatidão do momento em que foi flagrada pelo marido, mas que tem alguns flashs.

"Só que eu não me lembro completamente do que aconteceu. Só depois que eu soube que não era o meu marido", afirmou Sandra.

"Quando eu coloquei aquele cidadão dentro do meu carro, eu acreditava naquele momento que ele era meu marido. Quando a gente conversava, eu achava que estava tendo conversas com Deus", explicou ela.

..

"Em nenhum momento eu enxergava ele como morador de rua. Eu só via que ele era Deus, por isso que eu me ajoelho no chão, intercedendo por ele, gritando com meu marido para não matar Deus. Eu acreditava que era Deus que estava apanhando ali, que possuía o corpo daquele cidadão, e que ele estava fazendo mal para Deus", revelou.

Ela pontuou ainda que, na sua avaliação, seu esposo, o personal trainer Eduardo Alves, salvou sua vida, pois ela não sabia o que o futuro lhe reservaria após aquele episódio.

A comerciante, que precisou encerrar as atividades de sua loja de roupas após receber ameaças na internet, contou ainda que apenas após deixar a unidade de saúde onde fez tratamento psiquiátrico teve ideia da dimensão que o caso tomou no país.

"Quando eu estava internada, não tive acesso, eu estava totalmente reclusa. Quando eu soube, foi um choque. Porque eu não esperava que a minha vida estivesse tão exposta", disse ela.

"Estou completamente devastada. Eu fui obrigada até a me desfazer da minha loja por conta dos ataques que eu recebi através da internet", completou.

MORADOR DE RUA DE PLANALTINA

O caso envolvendo a mulher, seu esposo e um morador de rua da região de Planaltina, no Distrito Federal, ganhou destaque nas redes sociais por dias a fio.

Isso porque, vídeos do momento da traição e agressões foram acessados por internautas, que compartilharam o conteúdo inúmeras vezes.

Nas imagens, é possível ver a mulher e o desconhecido dentro do carro, quando são abordados por pelo marido, um personal trainer da localidade.

Durante as investigações relacionadas ao caso, foram apresentados laudos médicos que indicavam uma instabilidade psíquica da mulher.

Os documentos foram solicitados após a mulher ter afirmado que cometeu a traição com o sem-teto após uma revelação divina.

Comentários

Mais Lidas