CASO DANIELLA PEREZ

CASO DANIELLA PEREZ: "Psicopatia, motivação, tudo se explica aqui", resume Glória Perez. Guilherme de Pádua reage

Daniella Perez foi brutalmente assassinada em 1992 por Guilherme de Pádua e Paula Thomaz

Paloma Xavier
Paloma Xavier
Publicado em 02/08/2022 às 21:14 | Atualizado em 02/08/2022 às 21:15
Notícia
Reprodução/HBO Max; Youtube
Guilherme de Pádua mandou um recado para Glória Perez - FOTO: Reprodução/HBO Max; Youtube
Leitura:

Trinta anos após o assassinato de Daniella Perez, Glória Perez rompeu o silêncio e falou pela primeira vez sobre Guilherme de Pádua em suas redes sociais.

Na última quinta-feira (28), a novelista compartilhou a sentença do assassino da filha. "Psicopatia, motivação, tudo se explica aqui", resumiu.

Gloria Perez havia prometido não tocar no nome dos envolvidos no assassinato de Daniella, mas quebrou a própria promessa diante do lançamento dos três últimos episódios da série documental Pacto Brutal, da HBO Max.

.

"Mantive sempre a determinação de não sujar minha página com nome nem presença dos dois psicopatas, mas hoje eu devo", escreveu nas redes sociais.

A publicação se refere a Guilherme e a sua ex-esposa, Paula Thomaz. O casal foi condenado pelo assassinato de Daniella Perez.

"Essa sentença é ponto final. Psicopatia, motivação, tudo se explica aqui", resumiu Glória Perez na legenda do vídeo em que o juiz José Geraldo Antônio anuncia a punição dos culpados.

.

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM
Gloria Perez com a filha Daniella Perez - REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Nesta terça-feira (2), Guilherme de Pádua publicou em seu canal do YouTube um pedido de desculpas a recado para Glória Perez e Raul Gazolla, ex-marido de Daniella. O agora pastor disse que seu "maior sonho era poder pedir perdão".

Ele afirma que muitos duvidam que ele realmente se arrependeu do crime brutal e, por isso, resolveu gravar publicamente um pedido de perdão para a mãe da atriz.

"Mas talvez eu nunca vá ter uma oportunidade real de pedir perdão. Por isso Glória Perez, eu te peço perdão, por todo sofrimento que eu te causei. Eu jamais esqueci daquele encontro na carceragem. Nunca esqueci", falou.

.

REPRODUÇÃO/HBO MAX
Guilherme de Pádua foi condenado pelo assassinato de Daniella Perez - REPRODUÇÃO/HBO MAX

Guilherme também mandou um recado para o ex-marido de Daniella: "Raul Gazolla, eu te peço perdão. Eu nunca esqueci do dia que eu fui chamado na delegacia, você estava lá e se arrastou até a mim. Me abraçou chorando. E ali eu vi que eu era a pior pessoa do mundo."

Ele disse, ainda, que não duvida do seu arrependimento. "[...] não tiro a razão de quem duvida da minha conversão, até porque eu mesmo duvido muitas vezes da minha conversão. Não sou uma pessoa normal, é óbvio. Alguém que cometeu um crime tem mil pensamentos que não são comuns", afirmou.

"[...] Não que isso vá realmente gerar um perdão, porque um perdão é um dom de Deus, tem mais a ver com quem perdoa do que com quem é perdoado. Se estivesse no lugar de vocês, provavelmente, não perdoaria. Então, não espero, mas deixo registrado", acrescentou.

.

O assassino de Daniella também admitiu ter tentado se comunicar com a atriz através do seu pensamento, quando estava na cadeia.

"Não conhecia a Bíblia, principalmente aquela passagem que Jesus diz sobre o Rico e Lázaro, ali ele explica que não há esse contato. Quando conheci essa passagem bíblica, vi que isso é da minha cabeça, e são tantos conflitos", disse.

Veja o pedido de desculpas de Guilherme de Pádua

Comentários

Mais Lidas