LIBERAÇÃO

Reabertura de praias e parques fica a cargo dos municípios, diz Governo de Pernambuco


A decisão em relação às praias vale apenas para os municípios da Região Metropolitana do Recife

Publicado em 19/06/2020 às 10:45
Alexandre Gondin/JC Imagem
FOTO: Alexandre Gondin/JC Imagem
Leitura:

O Governo de Pernambuco determinou, nesta sexta-feira (19), que a data de liberação e o disciplinamento dos calçadões, parques e praias devem ficar a cargo dos municípios. O decreto assinado pelo governador Paulo Câmara (PSB) começa a valer neste sábado (20) e a decisão em relação às praias tem validade apenas para as cidades da Região Metropolitana do Recife. Faixas litorâneas das cidades das Matas Sul e Norte permanecem fechadas porque ainda não estabilizaram os números da contaminação da Covid-19.

>> Saiba as lojas e serviços que já funcionam em Pernambuco

>> Veja lista das cidades de PE que tiveram reabertura do comércio adiada

>> Pernambuco tem uma das menores taxas de contágio da covid-19 no Brasil, mas SES pede cautela

De acordo com o governo estadual, para dar continuidade ao Plano de Convivência com a Covid-19, foi estabelecida uma série de discussões com os municípios sobre as atividades sociais. A Secretaria de Turismo e Lazer definiu junto com as prefeituras da Região Metropolitana protocolos para o restabelecimento das atividades nas praias de maneira gradual. “Essa decisão leva em consideração as peculiaridades apresentadas por esses equipamentos públicos, que são tão importantes para a população, para a cadeia do Turismo e para diversas atividades das economias locais”, destacou o secretário de Turismo e Lazer, Rodrigo Novaes, por nota.

Esses locais foram fechados inicialmente no dia 4 de abril, no decreto nº 48.881/20, como medida para conter o avanço do novo coronavírus em Pernambuco. Na época, a medida tinha validade apenas de três dias. No entanto, com o avanço da doença, no dia 6 de abril foi decretada a proibição do acesso aos calçadões e as vagas de estacionamento da avenida Boa Viagem. A partir daí, o decreto vinha sendo prorrogado até a presente data.

O Plano de Convivência com a Covid-19 do Governo do Estado prevê a retomada das atividades paralisadas pela pandemia de maneira gradual, de acordo com a estabilização dos dados da saúde. 85 municípios do Agreste e Zona da Mata não tiveram a abertura do comércio permitida por apresentarem demanda crescente por leitos de UTI e instabilidade na curva de casos e óbitos provocados pelo novo coronavírus.

Shoppings

O Governo de Pernambuco anunciou que, a partir da próxima segunda-feira (22),os shopping centers poderão reabrir de forma controlada ao público, seguindo novos protocolos de segurança, higiene e comunicação com os clientes. O funcionamento dos centros de compras teve horário reduzido, das 12h às 20h. As demais lojas do varejo de rua também voltarão a funcionar, das 9h às 18h, horário já determinado para as de até 200 metros quadrados, que retomaram as atividades no início desta semana. A decisão foi anunciada na última quarta-feira (17).

Templos religiosos

Ainda na quarta-feira (17), o governador Paulo Câmara (PSB), por meio de um vídeo divulgado nas redes sociais, anunciou a liberação de igrejas e templos religiosos durante a pandemia do coronavírus a partir da próxima segunda-feira (22). A reabertura desses locais faz parte do plano de reabertura gradual da economia em Pernambuco após o lockdown, que terminou em 31 de maio. A medida, porém, também valerá em 85 cidades do Agreste e Zona da Mata que não mostraram tendência de queda no número de casos do novo coronavírus. Para a reabertura, uma série de medidas de proteção e distanciamento social foram anunciados pelo governo estadual, com o intuito de proporcionar um retorno mais seguro aos fiéis.


Mais Lidas