Caso Suzane Von Richthofen

Na cadeia, Suzane von Richthofen namorou Sandrão que era ex de Elize Matsunaga: veja detalhes do triângulo amoroso e de briga

Suzane von Richthofen volta a ser muito lembrada pela sociedade, após lançamento de filmes sobre o assassinato dos pais dela

Gabriel dos Santos Araujo Dias
Gabriel dos Santos Araujo Dias
Publicado em 01/10/2021 às 9:29
Reprodução/Rádio Jornal
FOTO: Reprodução/Rádio Jornal
Leitura:

Se a vida pessoal de Suzane von Richthofen mereceu o lançamento de dois filmes de uma única vez, não é improvável que roteiristas estejam interessados em contar a rotina da moça dentro do presídio em um outro longa. Isso porque, além da disparidade social, educacional e econômica entre ela e as outras detentas, a vida amorosa de Suzane na cadeia é intensa. Desde que foi presa em 2006, dois relacionamentos da loira se tornaram públicos. O mais famoso foi com uma outra mulher, Sandrão, considerada super-poderosa dentro da penitenciária de Tremembé, em São Paulo, e ex de uma outra reeducanda bastante conhecida: Elize Matsunaga, que matou, esquartejou e se livrou dos restos mortais do marido, Marcos, diretor da Yoki.

O triângulo amoroso aconteceu em meados de 2014, enquanto as três trabalharam juntas no setor de costura da penitenciária, onde Suzane era chefe da seção. Primeiro, Sandra Regina Ruiz, a Sandrão - presa em 2003 por sequestrar e matar um adolescente de 14 anos -, se relacionou com Elize. Na época, Sandra tinha 31 anos e Elize, 32. As duas chegaram a assinar um documento confirmando o relacionamento e ficaram morando juntas em um setor dentro da penitenciária destinado a casais.

>>> LEIA MAIS: Veja perguntas e respostas sobre Suzane von Richthofen.

>>> LEIA MAIS: Como funciona o aeromodelismo, esporte praticado por Andreas von Richthofen e Daniel Cravinhos? Entenda.

>>> Veja o que é verdade e o que é mentira nos filmes sobre o caso Richthofen.

Apesar disso, o relacionamento durou pouco, de acordo com a revista Isto É. Enquanto namorava com Elize, Sandrão se encantou por Suzane von Richthofen e se separou da assassina de Marcos Matsunaga para assumir o relacionamento com a mandante de matar os próprios pais. O processo dentro da cadeia, no entanto, não é tão fácil.

É que, por causa das regras da instituição, Sandra precisou aguardar uma quarentena de 6 meses, até conseguir assinar a documentação do novo relacionamento e ter os mesmos benefícios que tinha ao se relacionar com Elize. Passado o período previsto, Sandrão e Suzane se casaram em setembro daquele ano. A partir de então, as duas puderam dormir juntas na cela das casadas. Uma das regras da instituição é que as detentas casadas não podem brigar nem trair as companheiras.

>>> Clique aqui e conheça a história de Sandrão.

Sandrão e Suzane em entrevista ao apresentador Gugu Liberato, na Record TV.
Sandrão e Suzane em entrevista ao apresentador Gugu Liberato, na Record TV.
Reprodução/TV Record

Casamento

De acordo com a revista Isto É, Sandra e Suzane pensaram até em organizar um evento para oficializar a união, mas desistiram por medo do caso se tornar público para além dos muros da penitenciária. Tudo foi frustrado, após uma reportagem do jornal Folha de São Paulo descobrir o caso e publicar uma matéria sobre a união. Depois, em 2015, Suzane e Sandra concederam uma entrevista ao apresentar Gugu Liberato, na TV Record, e disseram estar felizes.

>>> Como está Cristian Cravinhos, irmão de Daniel Cravinhos e ex-cunhado de Suzane von Richthofen?

O relacionamento entre Suzane e Sandrão teria causado a ira de Elize. Há quem diga que, até hoje, Suzane e Elize não se dão bem dentro do presídio.

Proteção na cadeia

De acordo com uma detenta de Tremembé ouvida pela TV Record, Suzane se aproximou de Sandrão também por interesse. É que, pelo porte imponente de Sandrão, a sequestradora impunha respeito dentro do presídio. Suzane, por sua vez, chegou a ser ameaçada na prisão e enfrentou uma rebelião.

Fim do relacionamento

Depois de algum tempo, Suzane e Sandrão se separaram. Suzane chegou a se relacionar com um homem, mas o relacionamento também acabou.

Elize

Elize Matsunaga, de acordo com o jornalista Léo Dias, do site Metrópoles, tem um novo amor. Trata-se do estudante Tiago Cheregatte Neves, um homens trans. Os dois se conheceram dentro do presídio. Ele cumpre pena de cinco anos, por ter tentado matar o avô a marteladas, em SP. Os dois dividem uma beliche.

Mais Lidas